Gracias Colômbia - Esquadrilha da Fumaça se despede da Colômbia

Após a apresentação, os pilotos foram recebidos pelos colombianos. 
O grupo tirou fotos com as bandeiras do Brasil e da Colômbia, fato que tirou muitos aplausos e muitos gritos de emoção do público.
Para se despedir do povo colombiano em grande estilo, as aeronaves da Esquadrilha da Fumaça escreveram no céu de Rionegro a seguinte frase: "Gracias Colômbia". Apesar das nuvens atrapalharem um pouco a visualização da escrita, a homenagem do Brasil ao país vizinho foi muito aplaudida por todos os quase 50 mil presentes no evento.

A exibição da manhã deste domingo, dia 16 de julho, foi a última da Fumaça, dentre as quatro feitas entre os dias 13 e 16 de julho, que encantaram os colombianos que conheceram de perto o trabalho da Força Aérea Brasileira.

Presente na F-AIR Colômbia 2017, o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Rossato, fez questão de dizer algumas palavras ao público presente. "Saúdo a todas as pessoas presentes no evento, e, em especial, ao povo colombiano por este acolhimento que tivemos aqui". E completou, voltado para a equipe da Fumaça: " foi um desafio muito grande o que vocês fizeram aqui na Colômbia. E vocês cumpriram plenamente. Parabéns a todos!"

Após a apresentação, os pilotos foram recebidos pelos colombianos que receberam o material institucional da Fumaça e tiraram fotos com a equipe. O grupo tirou fotos com as bandeiras do Brasil e da Colômbia, fato que tirou muitos aplausos e muitos gritos de emoção do público.

Muito feliz com a demonstração, a estudante Milena Garcia, de Medellín, destacou o que mais chamou sua atenção. "Nunca tinha visto a Esquadrilha do Brasil e fiquei impressionada com tudo que eles são capazes de fazer. A escrita "Gracias Colômbia" foi emocionante; nem a nuvem que ficou à frente da frase atrapalhou o espetáculo. Mas fiquei impressionada mesmo foi com a manobra Coração. Como os pilotos conseguem fazer esse desenho no céu? Parabéns!". Seu amigo, o estudante Ruan Fernando Pelez, de 19 anos, também ficou encantado com as formações de voo da Esquadrilha. "Eles apresentam muita técnica em voo. Isso é impressionante. Espero um dia, também, ser piloto da Força Aérea Colombiana". E finalizou em espanhol: "felicitaciones a todos de Brasil. Fue una gran demonstración". 


Fonte: EDA
Matéria: Tenente Cocate
Revisão: Capitão Wander
Fotos: Sargento Batista

Comentários

Postagens mais visitadas