Curso de Formação Operacional adapta pilotos na aeronave F-5M

Pela primeira vez, essa aeronave é utilizada na instrução no Primeiro Grupo de Defesa Aérea
O Primeiro Grupo de Defesa Aérea (1° GDA) iniciou, nessa segunda-feira (04/04), o Curso de Formação Operacional (CFO) do ano de 2016. O objetivo é adaptar os pilotos na aeronave F-5M, que pela primeira vez, é utilizada pelo grupo na instrução, para o cumprimento das diversas Ações de Força Aérea relacionadas à Aviação de Caça.

"O início do curso marca a retomada plena das atividades do 1º GDA, agora equipado com a aeronave F-5M. Ao longo do ano, os alunos cumprirão um extenso e criterioso programa de avaliação que inclui provas teóricas, missões em simulador e voos de instrução”, explica o Comandante do 1° GDA, Tenente-Coronel Paulo Cezar Fischer da Silva.

A primeira decolagem foi realizada pelo aluno Tenente Daniel Martins Krüger, tendo como instrutor de voo o Tenente-Coronel Fischer. A aeronave FAB 4808 decolou, às 09h20h, da Base Aérea de Anápolis (BAAN). O voo teve duração de cinquenta minutos e foi realizado conforme o previsto na Ordem de Instrução.

Além dessa missão, os outros dois alunos também iniciaram seus voos de instrução, primeiro passo para o tão esperado voo solo em aeronave da primeira linha da Aviação de Caça.

Durante o curso, que tem duração de um ano, os alunos realizarão missões de interceptação, combate aéreo, navegação por instrumento, entre outras. Com a conclusão, eles receberão a qualificação de pilotos operacionais na aeronave F-5M e estarão aptos a colaborar no cumprimento da missão-síntese da Aeronáutica: "manter a soberania do espaço aéreo nacional com vistas à defesa da pátria".


Fonte: 1° GDA
Edição: Agência Força Aérea, por Ten João Elias

Comentários

Postagens mais visitadas