Há 10 anos, o Brasil enviava um astronauta para o Espaço

O País foi o 36° a realizar essa missão espacial
Às 23h30 desta terça-feira (29/03), o Brasil completa 10 anos de uma marca histórica. Na mesma data e no mesmo horário, em 2006, o Foguete Soyuz decolou do Cosmódromo de Baikonour, no Cazaquistão, levando a bordo o primeiro astronauta brasileiro, o Tenente-Coronel Aviador Marcos César Pontes, juntamente com outros dois tripulantes. O País foi o 36° a realizar essa missão espacial.

Em sua bagagem, além de experimentos científicos educacionais, o astronauta levou uma Bandeira do Brasil, uma camiseta da Seleção Brasileira de Futebol, uma réplica do chapéu “Panamá” e um lenço original do Pai da Aviação, o brasileiro Alberto Santos-Dumont, que 100 anos antes conseguiu colocar no ar o 14 Bis. Para homenagear esse pioneirismo, a ida do Brasil ao espaço foi batizada de Missão Centenário.

Ao todo, foram 10 dias no Espaço. Em 1º de abril, a nave acoplou na Estação Espacial Internacional (ISS) e o Tenente-Coronel deu início aos oito experimentos selecionados pela Agência Espacial Brasileira (AEB).

O retorno no dia 8 de abril foi um sucesso. A operação de reentrada foi o procedimento mais arriscado. Ao ser resgatado, Marcos Pontes afirmou: “Vencemos”! 

"Às 23h30 de hoje, eu vou tirar um momento de silêncio, olhar para dentro, pensar em Deus, agradecer por aquele momento e por tudo de bom que aconteceu na minha vida e nas vidas que eu pude tocar positivamente depois dessa missão e através do trabalho na Força Aérea, dentro do programa Espacial, dentro da ONU e em outros lugares", ressalta o astronauta, em entrevista para a Rádio Força Aérea FM. Clique aqui para ouvir a entrevista completa.


Fonte: FAB

Comentários

Postagens mais visitadas