Honeywell oferece tecnologia para aprimorar segurança e eficiência do A320 e A330

Companhias aéreas terão apenas um único receptor de navegação, totalmente digital, capaz de fazer atualizações simples de softwares para melhorias futuras
A tecnologia de navegação mais recente da Honeywell Aeroespace (NYSE: HON) estará disponível como opção para as aeronaves A320 e A330 no início de 2018. O novo Receptor Integrado Multi-Mode irá oferecer aos clientes do Airbus o acesso aos últimos recursos de navegação – uma solução com uma relação de custo-benefício que aumenta a capacidade de tráfego do aeroporto enquanto diminui os atrasos relacionados às condições meteorológicas, custos de operação e ruídos por conta de um roteamento mais eficiente e performance de navegação melhorada.

O Receptor Integrado Multi-Mode da Honeywell (em inglês, Honeywell’s Integrated Multi-Mode Receiver, reconhecido pela sigla IMMR) permitirá que operadores das companhias aéreas tirem proveito da mais recente navegação por satélite como o sistema SmartPath (em inglês, SmartPath Ground-Based Augmentation System, reconhecido pela sigla GBAS), que permite a aproximação e pouso mais precisos se comparados aos sistemas atuais. O novo receptor de navegação também oferecerá mais recursos para a aterrissagem em más condições climáticas e baixa visibilidade.

“Nós trabalhamos de perto com a Airbus para garantir que nossos clientes tenham a mais avançada tecnologia para poderem voar com a melhor segurança e eficiência possível”, diz John Bolton, presidente de transporte aéreo e regional da Honeywell Aeroespace. “O Receptor Integrado Multi-Mode da Honeywell foi projetado para ajudar as companhias aéreas a cumprirem com os atuais mandatos da indústria de navegação e se prepararem para os recursos futuros por meio de atualizações simples de software”.

A próxima geração de tecnologia de navegação: IMMR da Honeywell

O IMMR da Honeywell é o único rádio totalmente digital que integra múltiplas funções de navegação em um único receptor, além de reduzir o tamanho e o peso em até 50% comparado com as soluções atuais. Isso facilita para os pilotos fazerem voos mais complexos e precisos e aterrissar usando satélites GPS para identificar a localização da aeronave com extrema precisão. Os últimos procedimentos e sistemas suportados pelo IMMR incluem um sistema complementar de satélite, Autorização de Performance de Navegação Requerida e Sistema de Aterrissagem GPS (GLS) Categoria I.

O IMMR também foi projetado com o futuro em mente e é um software atualizável para suportar com sucesso o GBAS GLS Categoria III e fazer aproximações e aterrissagens que permitem que os pilotos voem e pousem em condições climáticas desfavoráveis e de baixa visibilidade. A solução também é provisionada para suportar múltiplas soluções de navegação por satélite no futuro além do GPS.


Fonte: Honeywell via EDF Communications

Comentários

Postagens mais visitadas