Esquadrilha da Fumaça demonstra no DCTA com estreia de dois pilotos

São José dos Campos testemunhou o marco histórico da demonstração número 3.700 no primeiro dia, a décima primeira com o A-29 Super Tucano
Mesmo com o tempo nublado, a população de São José dos Campos compareceu em peso nos dois dias de Portões Abertos do Departamento de Ciência e Tecnologia da Aeronáutica (DCTA), em 3 e 4 de outubro, e pode acompanhar de perto duas demonstrações da Esquadrilha da Fumaça.

Com cerca de 60 mil pessoas reunidas nos dois dias de evento, a aposentada Ivete de Araújo da Silva veio da cidade de Caraguacetuba, interior de São Paulo, para assistir à demonstração da Fumaça. Com suspiros a cada manobra e olhos fixos nas sete aeronaves, ela afirmou com ânimo que não perde um evento dos Portões Abertos. "Acho linda a Esquadrilha da Fumaça e gosto de todas as manobras. Há 22 anos, venho a este evento e sempre vejo a Fumaça", falou entre fotos das aeronaves e olhos vidrados.

O show aéreo dura cerca de 35 minutos e possui 50 manobras. Com contagem desde 1952, ano de início do Esquadrão, São José dos Campos testemunhou o marco histórico da demonstração número 3.700 no primeiro dia, 3 de outubro, a décima primeira com o A-29 Super Tucano. A cidade foi palco, também, da estreia de dois pilotos em demonstrações, o Major José Pimentel Neto, da posição número 6, e do Capitão Glauber Lage da posição número 4. "A estreia é um momento que treinamento nenhum é capaz de te preparar. A vibração que emana do público reverbera muito forte no nosso coração e gera uma emoção indescritível", conta o Capitão Glauber após a sua primeira demonstração.

O Major Pimentel ressaltou a importância do papel da Fumaça em inspirar o patriotismo e o profissionalismo no brasileiro. "Além da realização de um sonho de criança, da emoção do voo e da sensação de dever cumprido, esse momento representa o encontro do legado deixado pelos Fumaceiros de outrora com o futuro promissor que a Esquadrilha da Fumaça sempre inspira nas pessoas."

O evento “Portões Abertos” do DCTA fez alusão à comemoração dos 70 anos da vitória na Segunda Guerra Mundial e fez parte das comemorações da Força Aérea Brasileira para o Mês da Asa quando, no dia 23 de outubro, comemora-se o Dia do Aviador e o Dia da Força Aérea Brasileira.


Fonte: EDA
Fotos: Sgt Ribeiro

Comentários

Postagens mais visitadas