Air France-KLM entra na briga contra árabes: "é ameaça"

A Air France-KLM enviou uma apresentação do Departamento de Transporte dos Estados Unidos (DOT) afirmando que apoia totalmente American Airlines, Delta Air Lines e United Airlines no que se refere às alegações levantadas sobre as companhias aéreas receberem subsídios do Catar e dos Emirados Árabes Unidos (Etihad, Emirates e Qatar).

A transportada franco-holandesa clama por uma ação urgente dos reguladores dos Estados Unidos e de todas as partes do mundo para uma “reação proporcional à magnitude desta ameaça” de rápida expansão das companhias do Golfo Pérsico.

Adverte-se que, ao menos que a ação seja rápida, os Estados Unidos vão enfrentar, em cinco a dez anos, um alto nível de penetração de mercado pelas companhias aéreas do Golfo Pérsico, como ocorre atualmente na Europa. Entre 2004 e 2014, as aéreas da região cresceram de 23 a 69 em número de pontos servidos no continente europeu e a capacidade total apresentaram um incremento de mais de 400%.

Inúmeras companhias aéreas da Europa, incluindo Air France-KLM, diminuíram ou tiveram que desistir de destinos em detrimento da rápida expansão das empresas do Golfo Pérsico, que, por sua vez, têm negado qualquer subsídio por parte dos governos árabes.


Fonte: Panrotas

Comentários

Postagens mais visitadas