​Interior dos E-Jets E2 recebe o Crystal Cabin Award

O conceito de cabine do E2 foi desenvolvido em parceria com a empresa de design do Reino Unido
O conceito do interior da cabine dos E-Jets E2 recebeu o prestigioso Crystal Cabin Award na categoria “Desenho Industrial & Conceitos Visionários”. O prêmio foi anunciado no evento anual Aircraft Interiors Expo, em Hamburgo, na Alemanha, pela Cristal Cabin Award Association, em reconhecimento à notável inovação na área de cabines de aeronaves.

O conceito de cabine do E2 foi desenvolvido em parceria com a empresa de design Priestmangoode, do Reino Unido. O projeto incorpora uma série de inovações que diferencia os E2, segunda geração da família de E-Jets de aviões comerciais, de todos seus concorrentes, enfatizando o “território individual”. A filosofia de projeto promove o aumento do espaço pessoal para os passageiros e a bagagem de mão, e baseia-se em um conceito de modularidade que oferece mais flexibilidade às companhias aéreas para reconfigurar a cabine.

“Parabéns às equipes que trabalharam tão duro neste conceito, aceitando o desafio de fazer algo diferente, inovador e, acima de tudo, valorizado pelos nossos clientes”, disse Luís Carlos Affonso, Vice-Presidente de Operações & COO da Embraer Aviação Comercial.

Entre as inovações mais significativas no interior estão os bagageiros de bordo (overhead bins, em inglês) redesenhados, que serão cerca de 40% maiores do que os da geração atual de E-Jets. Assim, cada passageiro terá espaço para uma mala de mão do tamanho máximo recomendado pela IATA (Associação Internacional do Transporte Aéreo).

Na Primeira Classe, a nova opção de assentos individuais escalonados fornece 50 polegadas ou mais de espaço para as pernas sem comprometer o número total de assentos. Esta configuração introduz um novo padrão de conforto e espaço em um jato de corredor único, tradicionalmente oferecido apenas em aviões muito maiores.

Na Classe Econômica, os E2 manterão as vantagens de dois assentos de cada lado do corredor para maior comodidade dos passageiros, além embarques e desembarques mais rápidos. Os assentos do tipo ‘slim’, com uma largura de 18,3 polegadas - entre os mais largos oferecidos na indústria - proporcionam mais espaço para as pernas dos passageiros.

Os novos painéis individuais de controle de luzes e ar-condicionado (Passenger Service Unit, ou PSU, na sigla em inglês) reforçam o espaço pessoal, com controles mais ergonômicos e intuitivos, inspirados no setor automotivo. As janelas foram reprojetadas para criar a sensação de maior tamanho, oferecendo alta luminosidade na cabine. A cabine E2 terá opções para conectividade de internet Wi-Fi e telas individuais de entretenimento a bordo, entre outras comodidades.

Outro requisito fundamental para o desenvolvimento do novo interior foi a facilidade de reconfiguração. Seu projeto modular reduz o tempo de transição e os custos. As companhias de leasing estão desempenhando um papel cada vez mais importante na aviação e vários recursos foram adicionados ao design do interior para atender às suas necessidades específicas.

Sobre o Crystal Cabin Award

O Crystal Cabin Award é o prêmio internacional de inovações no campo de cabines de aeronaves. Um júri altamente qualificado composto por renomados acadêmicos, engenheiros, jornalistas especializados e representantes de companhias aéreas e fabricante de aeronaves se reúne sob o slogan “Deixe suas ideias decolarem” para premiar produtos e conceitos de cabine extraordinários. O concurso foi lançado pela Hamburg Aviation e é organizado pela Crystal Cabin Award Association. O prêmio, até hoje único de seu tipo, foi apresentado em associação com a Aircraft Interiors Expo, em Hamburgo, todos os anos desde 2007. Os troféus tornaram-se um selo de qualidade, conhecido e cobiçado em todo o mundo.

Sobre os E-Jets E2

O programa E-Jets E2 reforça o comprometimento da Embraer em investir continuamente na linha de jatos comerciais da Empresa e oferecer os produtos de maior valor agregado mercado no segmento de 70 a 130 assentos. Motores de última geração, em conjunto com novas asas aerodinamicamente avançadas, controles de voo totalmente fly-by-wire e avanços em outros sistemas resultarão em melhorias significativas no consumo de combustível, custos de manutenção, emissões e ruído externo. A primeira entrega de um E-Jet E2 (o E190-E2) está prevista para o primeiro semestre de 2018. O E195-E2 está programado para entrar em serviço em 2019 e o E175-E2 em 2020.


Fonte: Embraer

Comentários

Postagens mais visitadas