Gripen NG: Definida produção no Brasil do futuro caça da FAB

Embraer e Saab assinam parceria durante a LAAD 2015
Os caças Gripen NG serão desenvolvidos e testados com a participação de engenheiros brasileiros, e a Embraer irá produzir o modelo tanto para a Força Aérea Brasileira quanto para outros países. A assinatura do acordo de gestão conjunta do projeto com a empresa sueca Saab aconteceu hoje (14/04), no Rio de Janeiro (RJ), durante a feira de defesa LAAD 2015. Este é mais um passo na consolidação do projeto da FAB para a aquisição de 36 caças e fortalecimento do parque industrial brasileiro.

"Esta nova parceria estratégica confirma que estamos construindo um futuro promissor. A indústria de defesa precisa ser cada vez mais fortalecida, pois é uma das principais impulsionadoras do desenvolvimento científico e tecnológico do Brasil", afirmou o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, presente na assinatura do acordo entre as duas empresas. 

Quinze aviões serão totalmente fabricadas no Brasil. Treze serão fabricadas na Suécia com a participação de brasileiros e oito serão fabricadas por brasileiros na Suécia, sob supervisão, no chamado "on the job training". A Embraer anunciou que será responsável por trabalhos na área de desenvolvimento de sistemas, integração e testes de voo. As duas empresas trabalharão juntas, ainda, no desenvolvimento da versão para dois pilotos do Gripen NG. Das 36 unidades para a FAB, oito devem ter essa característica.

"É um momento histórico para a indústria aeronáutica brasileira e para a indústria brasileira", disse o Presidente da Embraer Defesa & Segurança, Jackson Schneider. Segundo ele, a Saab e a Embraer têm uma presença global, cada uma com seus produtos, e irão atuar juntas para oferecer o Gripen NG a outros países. Futuras encomendas serão atendidas pelos parques industriais da Suécia e do Brasil. "Através dessa parceria, estabeleceremos uma base sólida para garantir o sucesso na prospecção de futuros negócios e clientes", afirmou o Vice-Presidente Executivo da Saab, Lennart Sindahl.

Ainda este ano, uma equipe de engenheiros e técnicos da Embraer será enviada para a Suécia a fim de realizar o treinamento inicial na manutenção e no trabalho de desenvolvimento do Gripen NG. Será construído ainda um centro de engenharia na sede da Embraer em Gavião Peixoto (SP) para apoiar as operações dos caças Gripen NG da FAB.
"Eu tenho a absoluta convicção de que a Saab vai se surpreender com a criatividade dos brasileiros", comentou o Ministro da Defesa, Jaques Wagner, também presente na assinatura do acordo. Ele ressaltou a importância de o governo realizar este tipo de investimento. "No mundo inteiro a indústria de defesa se desenvolveu dessa forma", explicou. 

Financiamento

Mais cedo, o Ministro da Defesa havia afirmado que os ajustes fiscais do governo não devem afetar o projeto de aquisição dos caças. "O desembolso do orçamento da união este ano é muito pequeno, da ordem de 18 milhões de reais", afirmou. Segundo ele, o foco atual é a assinatura do contrato de financiamento, para pagamento das aeronaves a médio e longo prazo.


Fonte: Agência da Força Aérea

Comentários

Postagens mais visitadas