Suécia analisa adquirir o KC-390 da Embraer

A Suécia tem intenções de adquirir quatro novas aeronaves de transportes
Segundo uma matéria publicada pelo jornal sueco especializado em tecnologia “Nyteknik” na ultima quarta-feira (18), o novo avião de transporte militar KC-390 da brasileira Embraer está disputando com o C-130J Super Hércules da americana Lockheed Martin, a substituição de toda a frota de aviões Hércules em serviço na Força Aérea Sueca.

O Nyteknik publicou a declaração do comandante da Força Aérea Sueca, o General de divisão Michael Byden. - “Se o KC-390 cumpre o que promete, é um possível substituto para os nossos Hércules.” 

A Suécia opera o C-130H Hércules, designado localmente TP 84, desde 1965. Hoje em dia a frota do país é composta por seis exemplares, que estão chegando ao final de sua vida útil. Cinco deles são do tipo C-130H2 e um KC-130, versão de reabastecimento aéreo recebido em 1981, com um total de 34 anos de operação.

A Suécia tem intenções de adquirir quatro novas aeronaves de transportes “em longo prazo”, de acordo com o relatório de defesa no ano passado, que sejam capazes de operar tanto em território nacional como na gestão de crise no estrangeiro. O atual governo discute os planos do orçamento de defesa para o período de 2016-2020, que será apresentado em abril, onde vários programas competem pelos fundos que foram ampliados para incluir a aquisição de 10 novos caças SAAB Gripen NG e um submarino.

Com a implementação de pequenas melhorias recentes na frota de Hércules, como caixas pretas, gravadores de voz e dados da cabine e um sistema de alerta de tiro de míssil melhorado, agora é necessário decidir o caminho a seguir. Segundo Byden, a decisão é “programar uma modernização de meia-vida (MLU) ou buscar substitutos.”

A frota atual precisaria de uma extensão de sua vida útil para 2017 e 2020. Como alternativa, está a aquisição de novas aeronaves, como candidatos o KC-390 e o C-130J Super Hércules.

Comentários

Postagens mais visitadas