Infraero pode aprovar hoje a ampliação do aeroporto Salgado Filho

Ministro da Aviação Civil aguarda a liberação do projeto para iniciar o processo licitatório, que deve ter edital publicado neste semestre
Foto: Camila Domingues
A proposta de expansão da pista do aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, pode avançar hoje com a aprovação do Conselho da Infraero sobre a obra. O grupo se reúne na tarde desta terça-feira para deliberar sobre diversos assuntos, entre eles a ampliação do aeroporto internacional do Estado. Segundo assessores da Secretaria de Aviação Civil, o ministro Eliseu Padilha está otimista de que garantirá a autorização e aguarda a liberação do projeto para iniciar o processo licitatório, que pode ter edital publicado ainda neste semestre, com previsão de conclusão do processo no segundo semestre deste ano.

O encontro entre integrantes do Conselho da Infraero ocorre um mês depois da guinada de Padilha, que no início do mês de janeiro argumentou que a ampliação da pista era injustificada. "A grande verdade é que o Rio Grande do Sul ainda não tem produção com alto valor agregado para que possamos ter um grande avião saindo daqui lotado, porque essas companhias para fazer voos transcontinentais têm que ter o avião lotado", alegou em 16 de janeiro, após encontro com o prefeito da Capital, José Fortunati.

Uma semana depois, Padilha reviu a posição defendida. A mudança ocorreu depois que um avião da Azul, que seguia de Confins (MG) com destino a Porto Alegre, pousou emergencialmente na Base Aérea de Canoas, com pista mais extensa do que a do Salgado Filho, por problemas técnicos. A revisão da postura foi tomada levando em consideração a segurança de voo e não a movimentação de carga, justificou o ministro, por nota.

Sobre a obra de ampliação, Padilha explicou que a intervenção dependerá de um complexo sistema de estacas, fixadas a uma profundidade média de 25 metros, que suportará uma plataforma em concreto destinada a servir de base para a construção dos 920 metros adicionais de pista. Dada à inconsistência do solo, essa iniciativa tem um custo estimado em mais de R$ 650 milhões. Com as obras de expansão, a pista do Salgado Filho passaria a ter uma extensão de 3,2 mil metros.

Além disso, há outras mudanças em curso no aeroporto. A área atual do terminal de passageiros 1, de 41.502 metros quadrados (m2), está sendo ampliada para 60,3 mil metros quadrados, com conclusão prevista para janeiro de 2017. O pátio de aeronaves e pistas de táxi também estão em obras para expansão, com término previsto para março de 2015. O aeroporto também deve ganhar, até setembro de 2016, um novo terminal de cargas, com área de 18 mil m2.


Fonte: Jornal do Comércio

Comentários

Postagens mais visitadas