Gastos militares do Brasil atingirá US$41,1 milhões em 2020

O orçamento militar do Brasil será orientado de acordo com as conclusões da ASD Reports
De acordo com o relatório "Future of the Brazilian Defence Industry", do consultor de mercado de defesa ”ASD Reports”, os gastos militares do Brasil em 2020 chegarão a 41,1 milhões de dólares, representando uma taxa de crescimento de 4,34%, acrescentando um peso sobre o PIB (Produto Interno Bruto) de 1,7%. O atual orçamento do Ministério da Defesa do Brasil totalizou 31,5 milhões de dólares, representando 1,4% do PIB do país. Esta jogada, no entanto, caiu 3,68% a partir de 2011, quando atingiu 37,1 mil milhões de dólares.

O orçamento militar do Brasil será orientado de acordo com as conclusões da ASD Reports, substituindo principalmente sistemas de armas e equipamentos obsoletos e na aquisição de equipamentos concebidos para a proteção de recursos como: A mineração, floresta amazônica e as áreas costeiras petrolíferas.
Untitled-9
De acordo com ASD, o Ministério da Defesa tem como alvo os programas de produção e nacionalização de armas para reduzir a dependência de fornecedores estrangeiros, promovendo assim a indústria nacional e privilegiando os programas de transferência de tecnologia. Isto pode ser visto em programas como o FX-2 para a aquisição de caças Gripen NG, produzidos em território nacional ou na aeronave de transporte e de reabastecimento aéreo, Embraer KC-390 da Força Aérea Brasileira, além do Projeto H-XBR para a aquisição de helicópteros EC725 para as Forças Armadas, dos submarinos de propulsão convencional para a Marinha e veículos blindados Guarani para o Exército.


Fonte: Defensa
Tradução: Aero Latina
Fotos: FAB, EB e Embraer

Comentários

Postagens mais visitadas