​Embraer entrega primeiro E-Jet à American Airlines

Em cerimônia realizada hoje na sede da Empresa, em São José dos Campos, a Embraer entregou à American Airlines, dos Estados Unidos, o primeiro jato E175 de 60 pedidos firmes como parte do contrato assinado entre as duas empresas em dezembro de 2013. O acordo inclui também opções para 90 jatos do mesmo modelo, tendo um potencial total para até 150 aviões.

A American Airlines selecionou a Compass Airlines, subsidiária integral da Trans States Holdings, para operar os primeiros 20 jatos E175 sob a marca American Eagle. Os E175 serão configurados com 12 assentos na primeira classe e 64 na econômica, sendo 20 com espaço extra, para um total de 76 assentos. 

“Há muitos E175 já voando no mercado dos EUA com as cores da nova American, mas a entrega da primeira aeronave adquirida diretamente pela American, e que será operada pela Compass, é um momento especial para a Embraer e seus funcionários”, disse Paulo Cesar Silva, Presidente & CEO da Embraer Aviação Comercial. “A Embraer e a American têm desfrutado de uma parceria estratégica de longo prazo, construída com o sucesso operacional da família de aeronaves ERJ 145. Agora, estamos muito confiantes de que o mesmo sucesso será alcançado com o E175.”

“O E175 é uma parte importante de renovação da frota da American, proporcionando-nos a aeronave de tamanho adequado para as rotas certas”, disse Peter Warlick, Vice-Presidente de Planejamento de Frota da American. “Com uma cabine de duas classes e conectividade Wi-Fi, estas modernas e eficientes aeronaves garantem que nossos clientes tenham uma transição suave entre os voos regionais e de linhas regulares na maior malha aérea no mundo.”

A Embraer é a única fabricante a desenvolver uma moderna família de aviões especificamente para o segmento de 70 a 130 assentos. Desde o lançamento formal do programa, em 1999, os E-Jets redefiniram o conceito tradicional de aeronaves regionais por operarem em outros tipos de mercados.

A família de E-Jets entrou em serviço em 2004. Atualmente, os E-Jets estão voando com 65 companhias aéreas de 45 países, com uma participação de mercado de 62% (com base em entregas) no segmento de jatos com capacidade para até 130 lugares. Atualmente, os E-Jets voam com empresas aéreas tradicionais, de baixo custo e regionais, bem como empresas de voos fretados. Em junho de 2013, a Embraer lançou a segunda geração da família de E-Jets – os E-Jets E2 – o primeiro dos quais está programado para entrar em serviço em 2018.


Fonte: Embraer

Comentários

Postagens mais visitadas