Assinado contrato de melhorias para os caças Eurofighter Typhoon

O contrato esta avaliado em 200 milhões de euros, aumenta a capacidade de ataque ao solo
Parceiros do programa Eurofighter assinaram um contrato para melhorias nos aviões de combate Typhoon, denominada “Fase 3 - Capability Enhancement”, cujas entregas devem começar em 2017. Avaliada em 200 milhões de euros, o projeto envolve o desenvolvimento de uma nova série de melhorias nos caças Typhoon focado principalmente na integração de novos armamentos ar-superfície para aprofundar a capacidade de ataque ao solo e multi-função dos caças europeu.

Desta forma serão integradas armas de precisão capazes de destruir alvos terrestres, tanto fixos quando móveis, com baixo dano colateral. Uma das armas de precisão a ser integrada é o míssil antitanque MBDA Brimstone 2, exigência da Royal Air Force (RAF). Outras melhorias estão focadas em sistemas de controle de voo e aviônicos bem como melhorias destinadas a facilitar a manutenção afim de aumentar a disponibilidade das aeronaves. O programa envolve o teste de aeronaves com essas melhorias e o lançamento de mísseis Brimstone 2, na configuração mais comum envolve a instalação de um lançador triplo em cada asa. Esta arma de precisão se junta a outros processos já integrados, como bombas de precisão Paveway IV e mísseis de cruzeiro Storm Shadow. 
O contrato foi assinado pelo diretor da NETMA (NATO Eurofighter e Tornado Management Agency), a agência da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) que gerencia os programas Eurofighter e Tornado, Graham Farnell como um intermediário para os quatro principais usuários da aeronave, Reino Unido, Alemanha, Itália e Espanha. Do lado espanhol esteve presente na assinatura do contrato, o Secretário de Estado da Defesa, Pedro Argüelles, além do CEO do consórcio Eurofighter, também espanhol Alberto Gutierrez. Do lado alemão contou com a presença do general Erhard Buhler, diretor de Planejamento da Defesa e Política, no lado britânico, o ministro da Defesa de equipamento britânico, Philip Dunne e o general Enzo Stefani pelo lado italiano. Enquanto isso, os quatro parceiros já começaram a trabalhar no próximo programa melhoria, chamada de “Fase 4”, que está sendo definida.

Fonte: Defensa
Tradução: Aero Latina

Comentários

Postagens mais visitadas