Caças se chocam na Itália e militares estão desaparecidos

Os Caças realizavam uma missão treinamento


Dois caças Panavia Tornado pertencente a Força Aérea Italiana (Aeronautica Militare) colidiram no centro da Itália nesta terça-feira (19), segundo o ministério da Defesa, e quatro militares (dois pilotos e dois navegadores) se encontram desaparecidos.

A Aeronautica Militare confirmou a queda dos dois caças Tornado, que realizavam uma missão de treinamento e acabaram se colidindo.

Chamas são vistas em mato depois que dois aviões caça se chocaram nesta terçafeira (19) na Itália (Foto: AP Photo/Sandro Perozzi)
Chamas são vistas em mato depois que dois aviões caça se chocaram nesta terçafeira (19) na Itália (Foto: AP Photo/Sandro Perozzi)

Helicópteros de resgate aéreo e VANT's (Veículo Aéreo Não Tripulado) usado no reconhecimento sobrevoaram o local da queda.

Uma equipe de peritos foi enviada para investigar as possíveis causas do acidente.

Segundo a imprensa italiana, os caças caíram perto de Ascoli Piceno, nas Marcas.

Fontes militares, afirmaram que os militares teriam conseguido ejetar dos aviões antes que caíssem.

Os dois caças tinham decolado da Base Aérea de Ghedi, na província de Brescia, para uma missão de treinamento, em preparação para um exercício da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte, NATO em inglês) prevista para o próximo Outono europeu.

A queda provocou vários focos incêndios em uma região de matas, mas não atingiu as residências.


Fonte: Imprensa internacional e Aeronautica Militare

Comentários

Postagens mais visitadas