Dilma inaugura hangar da Embraer

Setor da fábrica, em Gavião Peixoto, produz o maior avião do país, que servirá para transporte e reabastecimento, a FAB está negociando a fabricação de 28 aviões; 1º voo está previsto para o final do ano


A presidente da República, Dilma Rousseff, inaugura nesta terça-feira (20) na unidade da Embraer, em Gavião Peixoto, o hangar onde será instalada a linha de montagem do KC-390, o maior avião já feito no país, produzido a pedido da FAB (Força Aérea Brasileira).


O cargueiro servirá para transporte e reabastecimento aéreo.

Segundo a assessoria de imprensa da Embraer, o cronograma de fabricação da aeronave está dentro do previsto. Um primeiro voo com o novo modelo deve ocorrer até o final deste ano.

Um contrato para o desenvolvimento do avião foi assinado entre FAB e Embraer, que prevê projeto, desenho e produção de dois protótipos.

A assessoria da Embraer informou que negociações estão em andamento para que o governo compre 28 unidades do KC-390.

De acordo com a Embraer, quando a empresa estiver produzindo os aviões em série há expectativa de que sejam criados 1.100 empregos diretos e 5.500 indiretos.

De acordo com o prefeito de Gavião Peixoto, Gustavo Piccolo (PHS), é a primeira vez que a cidade de 4.635 habitantes recebe um presidente da República.

Ele diz que vai aproveitar a visita de Dilma Rousseff para entregar pedidos de liberação de obras para a cidade. "Um dos projetos é a Praça da Juventude", disse o prefeito.

O projeto prevê a instalação de equipamentos esportivos para uso comunitário.

A unidade da Embraer em Gavião Peixoto opera desde outubro de 2001 e abriga atividades de montagem final de aeronaves destinadas aos mercados executivos e de defesa. Também conta com uma pista para ensaios em voo.

No evento desta terça-feira, marcado para começar às 11h30, a presidente vai discursar. Logo depois, o hangar vai ser apresentado.

O KC-390 e o Prosub --projeto para o desenvolvimento de submarinos, com tecnologia francesa-- são os dois programas militares que mais estão recebendo investimentos do governo federal neste ano.

Ambos foram incluídos no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).


Fonte: Folha de S. Paulo
Foto: Divulgação

Comentários

Postagens mais visitadas