Rússia criará novo time acrobático com jatos treinadores

O novo time acrobático será formado por caças Yak-130
File:Yakovlev Yak-130.jpg
Foto: Adrian (en.wikipedia.org/)

Na Rússia está em vias de formação um novo grupo de acrobacia aérea. Os pilotos estão fazendo um curso preparatório no Centro de Instrução em Borisoglebsk, região de Voronezh, aprendendo a comandar o novo avião de treino Yak-130.
Espera-se que a futura equipe de pilotagem possa contar com 20 engenhos voadores de nova geração.

A história dos grupos de pilotagem remonta ao início dos anos 30 do século passado, altura em que a Praça Vermelha foi sobrevoada, pela primeira vez, por um grupo de caças I-16, designados “Krasnaya Pyatyorka”. Depois da Segunda Guerra Mundial, os grupos de pilotagem passaram a utilizar caças a jacto e aviões supersônicos. Mas isso não se prolongou por muito tempo devido à reforma militar inspirada com o líder soviético Nikita Khruschev, que lhes vedou “o caminho para o céu”.

No princípio da década de 90, na URSS voltaram a surgir em simultâneo dois grupos de acrobacia aérea – o Russkie Vityazi e o Strizhi – que se tornaram famosos em todo o mundo. Uma nova equipe de pilotagem, usando os aviões Yak poderá vir a substituí-los, disse à Voz da Rússia o redator-chefe da revista Vzlyot, Andrei Fomin:

“O Yak-130 é um avião da nova geração com largas potencialidades, o que lhe proporciona elevadas vantagens nas exibições aéreas. Hoje, contamos com três grupos de pilotagem que atuam em caças Su-27 (Russkie Vityazi), Mig-29 (Strizhi) e Su-27, Su-30 (Sokoly Rossii). Não é segredo que os aviões utilizados pelos grupos de pilotagem Strizhi e Russkie Vityazi já não são novos. Por isso, de vez em quando, surgem questões quanto à prorrogação do seu tempo de serviço e da sua prontidão para as exibições.”

Segundo o redator-chefe da revista Eksport Vooruzhenii, Andrei Frolov, a atuação do novo grupo de pilotagem será uma prova real e, ao mesmo tempo, uma excelente publicidade para os aviões modernos:

“Com o novo grupo serão criados e testados novos regimes de voo. Até nos tempos soviéticos em tais casos, para além da questão de prestígio, se colocavam tarefas de promoção de inovações. O Yak-130 beneficia de uma elevada reputação nos mercados externos, podendo ser promovido ainda mais e melhor com um grupo de pilotagem experiente.”

Andrei Frolov tem certeza de que graças às características do Yak-130 e à sua exploração menos dispendiosa, o grupo de pilotagem poderá atuar com mais frequência:

“Ao contrário de seus antecessores – o Su-27, o Su-30 e o Mig-29, o novo avião poderá ser recebido por muitos aeródromos, o que aumentará, por seu turno, o número de voos.”

A primeira performance do novo grupo de pilotagem aérea poderá acontecer na primavera desse ano durante a Parada da Vitória na Praça Vermelha, agendada para o dia 09 de maio.

Fonte: Voz da Rússia

Comentários

Postagens mais visitadas