Treinamentos fora de sede da Esquadrilha da Fumaça avançam em Anápolis

Os treinamentos fora de sede do Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA), que acontecem durante o período de 2 a 7 de dezembro, na Base Aérea de Anápolis (BAAN), no estado de Goiás, estão contribuindo com o processo de implantação da aeronave A-29 Super Tucano no Esquadrão.

Desde a última segunda-feira (2), já foram realizados doze voos em elemento, que são executados por duas aeronaves em formação, isto é, uma liderando e outra na ala, além de seis voos realizados pelos pilotos que voam na posição de número 7, o solo. Todos os aviadores das sete posições estão treinando, divididos em suas células que são: o quatrilho, formado pelas posições de 1 a 4, o 5 e 6 e o isolado, 7. Neste primeiro momento, são treinadas as manobras e acrobacias que compreendem a primeira metade da demonstração da Esquadrilha da Fumaça.

Durante a atividade, o comportamento das aeronaves é avaliado, pela primeira vez, em condições ambientais distintas das da sede, em Pirassununga, objetivo principal da missão. São observados fatores como pressão, altitude e temperatura que influenciam durante um voo.

As cinco aeronaves A-29 da Esquadrilha pousaram na BAAN na tarde do dia 29 de novembro, seguidas de um C-105 Amazonas da Base Aérea de Campo Grande que realizou o transporte da equipe de manutenção e apoio, além do material de suprimento. Ao todo, vinte e três militares da Esquadrilha participam da missão, sendo onze pilotos, um oficial especialista em aeronaves, uma oficial de comunicação social, um médico e nove mecânicos. Acompanha, ainda, um representante técnico da Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer), fabricante do avião A-29.

Vale ressaltar que as demonstrações estão suspensas desde abril, por período indeterminado, até que a implantação do A-29 seja concluída.


Pilotos da Esquadrilha da Fumaça treinam na Base Aérea de Anápolis


Fotos: Sgt Bruno
Fonte: EDA

Comentários

Postagens mais visitadas