CRUZEX: caças F-16 venezuelanos chegam à Natal


Depois dos chilenos, chegou a vez dos caças F-16 Fighting Falcon da Venezuela sobrevoarem a Base Aérea de Natal (BANT) neste sábado (2/11). No final da tarde, quatro aeronaves da Aviación Militar Bolivariana, nome oficial da força aérea do país, estacionaram no pátio de operações da base. Também chegaram à BANT duas aeronaves Shaanxi Y-8 com equipe e material de apoio.

Os quatro F-16 decolaram da Base Aérea El Libertador, em Maracay, fazendo uma escala para reabastecimento em Belém (PA). As aeronaves venezuelanas farão missões de ataque ar-superfície durante a CRUZEX. Ao todo, a Força Aérea da Venezuela irá empregar 130 militares na operação.
 


“Queremos continuar desenvolvendo a interação com nossos países amigos. Nosso objetivo é melhorar a doutrina operacional e fortalecer os laços de amizade”, afirmou o Coronel Rubem Sanabria Contreras, chefe do estado-maior da Aviação Militar Bolivariana e piloto de F-16.

Retornando ao exercício depois da ausência na edição de 2010, a delegação venezuelana começou a chegar ao Brasil na última quarta-feira (30/10), quando o Shaanxi Y-8 transportou 14 militares e mais de 5 toneladas em equipamentos para apoio logístico que o país utilizará durante a CRUZEX.



"Natal tem as condições operacionais ideais para realizar operações aéreas desse tipo. A infraestrutura é muito adequada. Ficamos muito satisfeitos com o convite do Brasil", disse o coronel venezuelano, que já participou de quatro edições da CRUZEX.

A Venezuela foi um dos primeiros países a encomendar este modelo de caça no início da década de 1980. O país era o único a operar a aeronave na América do Sul até 2005, quando a Força Aérea do Chile adquiriu novos caças F-16, que também vão participar da CRUZEX Flight 2013.


Fonte: CRUZEX

Comentários

Postagens mais visitadas