Colombianos chegam para a CRUZEX Flight 2013


Eram 14 horas quando o primeiro de seis A-37 Dragonfly da Fuerza Aérea Colombiana (FAC) tocou a pista da Base Aérea de Natal. A chegada da primeira esquadrilha estrangeira também marca a estreia da Colômbia na CRUZEX.

Logo depois chegou o KC-767 Júpiter, de reabastecimento em voo e transporte, com o restante da comitiva de 87 militares. Um C-130, também da FAC, veio em seguida com material de apoio.

Para o Major Juan Sid, um dos pilotos de A-37, a participação no exercício é uma grande oportunidade para os colombianos que vieram para Natal. "O que nós esperamos é aprender com a troca de conhecimento tático e técnico", diz. Durante a CRUZEX, a missão dos A-37 será realizar ataques simulados contra alvos estratégicos de alto valor, como pontes, estradas, antenas e pistas de pouso.

Apesar de essa ser a primeira participação da Colômbia em uma CRUZEX, o Major Sid lembrou que a Colômbia e o Brasil realizaram três edições da COLBRA, um exercício de defesa aérea na região de fronteira. 


60 reabastecimentos em voo 


Foram mais de 4.700 quilômetros percorridos desde Barranquilla, no norte da Colômbia, até Natal. A viagem foi realizada em dois dias, com um pernoite em Manaus. Nos dois trechos de voo, realizados diretamente, o KC-767 reabasteceu cinco vezes cada um dos seis A-37 Dragonfly. Ao todo, a operação foi realizada sessenta vezes.

Batizado de "Júpiter", o KC-767 é a maior aeronave que irá participar de missões durante a CRUZEX Flight 2013. Baseada no jato comercial Boeing 767, utilizado por companhias aéreas em rotas internacionais, a versão militar transporta tanto pessoas quanto carga e é equipada com um sistema para reabastecer outras aeronaves.

Fonte: CRUZEX

Comentários

Postagens mais visitadas