Embraer entregará avião que gasta menos combustível

"A redução no consumo de combustível será da ordem de 5%", disse o vice-presidente sênior de operações de Aviação Comercial, Luís Carlos Affonso
 
Jato Embraer 175
Embraer 175: o presidente da Embraer Aviação Comercial, Paulo César Silva, afirmou mais cedo que as entregas começam em abril. (Divulgação)
São José dos Campos (SP) - A Embraer (EMBR3) vai começar a entregar, a partir do primeiro semestre de 2014, um avião mais moderno do modelo 175.

"A redução no consumo de combustível será da ordem de 5%", disse o vice-presidente sênior de operações de Aviação Comercial, Luís Carlos Affonso, referindo-se a uma das maiores preocupações das companhias aéreas.

O presidente da Embraer Aviação Comercial, Paulo César Silva, afirmou mais cedo que as entregas começam em abril.

Affonso informou que a maior mudança está na ponta da asa, chamada em inglês de wingtip. Embora continue curvada para cima, será maior e mais inclinada.

"Isso reduz o arrasto (o atrito entre o avião e o vento)", declarou, observando que isso demanda menos força do motor e, consequentemente, menos uso de combustível.

Além disso, diversas mudanças menores serão implementadas, como uma calota na roda do trem de pouso e um novo formato aerodinâmico para a luz de alerta, localizada em cima e embaixo da fuselagem do avião. De acordo com Affonso, tudo isso ajuda a reduzir o arrasto.

Questionado se as mudanças serão implementadas nos modelos Embraer 190 e 195, Affonso disse que não, pois a nova geração entra em operação em 2018 e 2019, respectivamente, enquanto o 175 completamente redesenhado só vai entrar em operação em 2020.

"O 175 ainda vai ficar um bom tempo no mercado e vamos fazer uma forte campanha para a venda desse modelo."


Fonte: Exame

 

Comentários

Postagens mais visitadas