Choque entre aviões da Gol e da Emirates no Galeão

De acordo com a Aeronáutica, não houve feridos ou atrasos em voos.
Governador da Bahia, Jaques Wagner, estava na aeronave da Gol.

Funcionários da Emirates verificam o problema na asa atingida (Foto: Gabriel Barreira / G1)
Funcionários da Emirates verificam o problema na asa atingida (Foto: Gabriel Barreira / G1)

Dois aviões se chocaram levemente, às 14h45 desta quarta-feira (4), no Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), na Ilha do Governador, Rio. Segundo a Aeronáutica, houve o toque da asa de um Boeing 777 da Emirates, que taxiava pelo pátio, com a empenagem (asa traseira) de um 737 da Gol, estacionado. Não houve feridos. De acordo com a Infraero, a batida entre as aeronaves não causou atrasos ou cancalemento em voos.


Avião da Gol atingido (Foto: Gabriel Barreira / G1)
O Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) irá investigar o caso como "ocorrência de solo". O piloto do voo da Emirates, que saiu de Dubai para o Rio, será ouvido pela Força Aérea Brasileira (FAB).

Em nota, a Gol informou "que a aeronave que operou o voo G3 1026, trecho Congonhas (SP) – Santos Dumont (RJ), alternou o destino final para o aeroporto de Galeão devido condições meteorológicas em Santos Dumont. Após receber autorização para pouso neste aeroporto e já com a aeronave completamente estacionada na posição 41 (remota), preparando para o desembarque, houve um choque entre a asa de uma aeronave da companhia aérea Emirates e o leme de direção do avião da Gol".

Ainda segundo a companhia aérea, os 47 passageiros que estavam a bordo desembarcaram normalmente. "A ocorrência de solo e a aeronave serão avaliadas. A Gol lamenta pelo desconforto causado aos passageiros e ressalta que a segurança de seus clientes e colaboradores é item prioritário em sua política de gestão", completa o texto.

Governador da Bahia estava no avião


Entre os passageiros do voo da Gol estava o governador da Bahia, Jaques Wagner. Segundo sua assessoria de imprensa, ele viajava sozinho e não se feriu. O político saiu de São Paulo, onde participava de um encontro de turismo da Associação Brasileira de de Agência de Viagem (Abav), no Anhembi, e viajou ao Rio para uma reunião na Petrobras.


Fonte: G1

Comentários

Postagens mais visitadas