Airbus lançará na China versão "regional" do A330

Anúncio deve ocorrer com uma nova ordem pela aeronave, que será adaptada para viagens mais curtas e frequentes do que a atual versão de longa distância.

Novo jato A330, fabricado pela Airbus, operado pela Virgin Australia
Jato A330: Airbus lançará uma versão "regional"  de seu jato líder de vendas de dois corredores. (Don Arnold/Getty Image)
Paris - A Airbus lançará uma versão "regional" de curto alcance de seu jato líder de vendas A330 de dois corredores em um evento na China na quarta-feira, afirmaram fontes da indústria.

O anúncio deve ocorrer com uma nova ordem pela aeronave, que será adaptada para viagens mais curtas e frequentes do que a atual versão de longa distância. A Airbus está atuando em parte para capturar o florescente crescimento do mercado doméstico chinês.

A Airbus não comentou.

O diretor de vendas da empresa europeia disse mais cedo nesta terça-feira que faria anúncios comerciais e de produtos durante a feira de aviação em Pequim, mas se negou a dar detalhes.

Fontes da indústria disseram que o evento que ocorre de 25 a 28 de setembro seria a apresentação da versão de curta distância do A330, desenhado para rotas menores, mas frequentes.

As aeronaves padrão para viagens de curta e média distância são de aviões de um corredor, como Airbus A320 e Boeing 737.

Até agora, as duas empresas focaram a maior parte de seus esforços em fazer seus jatos de dois corredores a voar longas distâncias com mais passageiros, enquanto gastam menos combustível.

Mas a Airbus começou modificar dois projetos de longa distância, o A330 e o futuro A350, limitando a propulsão do motor e a capacidade de peso para otimizá-los para as companhias aéreas que quiserem lugares extra sem pagar por faixa de uso.

O Airbus A350-900 Regional, divulgados pela primeira vez pela Reuters em junho, já está no mercado.

Depois de anos adicionando alcance em seus A330 mais antigos, deu os últimos retoques para a versão "Regional" do avião. É um retorno às raízes dos A330, que começou sua carreira transportando passageiros domésticos para companhia aérea francesa Air Inter.

Em junho, a Boeing lançou uma versão de curto alcance e esticada de seu 787 Dreamliner chamado de 787-10.



Fonte: Reuters via Exame

Comentários

Postagens mais visitadas