GE e Boeing alertam empresas aéreas sobre problema no motor do 777

Cerca de 118 caixas de transmissão foram afetadas entre setembro e março

Boeing 777-300ER
 


NOVA YORK - A General Electric e a Boeing alertaram companhias aéreas sobre um potencial problema com motores do jato de longa distância Boeing 777, que já fizeram com que os motores se desligassem no meio de dois voos neste ano.
O problema afeta cerca de 118 caixas de transmissão feitas entre setembro e março. O componente, feito pela companhia italiana Avio, está em cerca de 26 jatos 777-300ER em serviço e outras 44 aeronaves em produção, disse a GE.
Atualmente há mais de 1.150 dos motores GE90-115B em operação e essa caixa de transmissão tem sido um componente confiável por mais de 15 anos, acrescentou a GE. A causa do problema parece ser uma anomalia no material que causou uma separação das transmissões, embora a causa exata permaneça desconhecida, disse a companhia.
As companhias disseram às empresas aéreas para inspecionarem ou substituírem esses componentes produzidos durante um período de seis meses, garantindo que pelo menos um motor no avião tenha uma inspeção ou substituição feita antes de setembro.
A GE vai enviar as partes substitutivas para as companhias aéreas.
A caixa de transmissão transfere potência do motor para ativar bombas de combustível e outras funções vitais do próprio motor, disse a GE.
Ainda segundo a GE, os incidentes de desligamento do motor ocorreram durante voos em fevereiro e maio.

Fonte: Reuters

Comentários

Postagens mais visitadas