Embraer Defesa e Segurança fará conversão dos A-29 Super Tucanos da Esquadrilha da Fumaça

O Tenente-Brigadeiro do Ar declarou, por meio de nota, que o ingresso do A-29 Super Tucano na Esquadrilha da Fumaça é motivo de orgulho para a FAB

Aviões da Esquadrilha da Fumaça: o contrato inclui um pacote de serviços aeronáuticos de engenharia, projeto, pintura, modificação e reconfiguração, entre outros, que soma R$ 10,1 milhões

São Paulo - A Embraer Defesa e Segurança e a Força Aérea Brasileira (FAB) assinaram nesta quarta-feira um contrato de R$ 16 milhões para adequação e operacionalização de 12 aeronaves A-29 Super Tucano, do acervo do Comando da Aeronáutica na "Esquadrilha da Fumaça", informou a fabricante de aeronaves.

Conforme a companhia, o contrato inclui um pacote de serviços aeronáuticos de engenharia, projeto, pintura, modificação e reconfiguração, entre outros, que soma R$ 10,1 milhões e a opção para o fornecimento de equipamentos de apoio no solo e de serviços adicionais que somam R$ 5,9 milhões.
 

"O ingresso de uma aeronave moderna como o A-29 Super Tucano na operação da Esquadrilha da Fumaça contribuirá significativamente para que a FAB continue cumprindo sua missão de divulgação de seu profissionalismo e de despertar a vocação aeronáutica nos jovens brasileiros", disse o vice-presidente Sênior de Operações e COO da Embraer Defesa & Segurança Eduardo Bonini Santos Pinto, por meio de nota.

O Tenente-Brigadeiro do Ar, Helio Paes de Barros Júnior, comandante-geral de Apoio da FAB, declarou, também por meio de nota, que o ingresso do A-29 Super Tucano na Esquadrilha da Fumaça é motivo de orgulho para a FAB. "Representa uma oportunidade ímpar de divulgar um produto concebido em conjunto com a indústria aeronáutica brasileira pelo mundo e também a sua marca tecnológica", afirmou.

O contrato foi assinado nesta quarta-feira na LAAD Defence & Security, feira de negócios do setor de segurança e defesa que se realiza no Rio.



 

Fonte: EXAME

Comentários

Postagens mais visitadas