Ryanair encomenda 175 jatos da Boeing por US$15,6 bi


Passageiros embarcam em aeronave da Ryanair no aeroporto de Girona, na Espanha
Passageiros embarcam em aeronave da Ryanair no aeroporto de Girona, na Espanha. (Albert Gea/Reuters)

 
Dublin - A Ryanair anunciou nesta terça-feira uma encomenda de 175 aviões de passageiros à Boeing, um negócio de 15,6 bilhões de dólares que vai permitir à irlandesa consolidar sua posição como a companhia aérea de baixo custo líder na Europa.

A encomenda dos 738NGs mantém a Ryanair como uma das únicas companhias aéreas cuja frota é somente de Boeings, após a Lion Air Indonésia ter fechado uma megaencomenda de 24 bilhões de dólares à Airbus na segunda-feira.

O negócio vai aumentar a frota da Ryanair para cerca de 400 aviões, ante os atuais 300, já que 75 aeronaves sairão de linha.

A Reuters noticiou com exclusividade no fim de janeiro que a Ryanair fecharia um acordo para pelo menos 150 aviões 737NG de última geração em questão de semanas. A Ryanair negou a informação à época.

A encomenda para as aeronaves 737 de geração atual dá um impulso oportuno para a Boeing, que na semana passada recebeu aprovação dos Estados Unidos para fazer testes de voo para seus 787 Dreamliner, parados após incidentes. O negócio também vai propiciar uma suave transição para as novas aeronaves 737 Max, agendadas para entrar em serviço em 2017.

O modelo 737-800, referência na indústria, é avaliado em 89,1 milhões de dólares a preço de tabela, mas grandes encomendas trazem grandes descontos e especialistas da indústria dão ao avião um valor aproximado de 40 milhões de dólares.

 
Fonte: EXAME

Comentários

Postagens mais visitadas