Qatar Airways sugere que pedirá indenização à Boeing por 787

Luke MacGregor/Reuters
Um Boeing modelo 787 Dreamliner, da Qatar Airways
Um Boeing modelo 787 Dreamliner, da Qatar Airways: principal avião da Boeing está parado há quase dois meses.
 
A Qatar Airways apoiou a proposta da Boeing de pôr os 787 Dreamliners de volta à ativa, mas sugeriu nesta quarta-feira que pedirá indenização por conta da crise que parou 4% da frota da companhia.

O presidente da companhia aérea acredita que o deterrimento de duas baterias que interrompeu o uso das aeronaves foi mais um evento fortuito do que um problema de segurança mais profundo.

"Ainda acredito que eles vão colocar o avião no ar em um futuro não muito distante", declarou Akbar Al Baker em coletiva de imprensa. "Mas isso não significa que não vou receber indenização", acrescentou.

O principal avião da Boeing está parado há quase dois meses, com prejuízo estimado em 350 milhões de dólares, após o superaquecimento de baterias de íon-lítio em duas aeronaves diferentes.
 
Fonte: Exame

Comentários

Postagens mais visitadas