Coreia do Norte diz que voo de B-52 é provocação imperdoável

O país ameaçou retaliar com uma ação militar o voo de treinamento do bombardeiro americano

Um B-52 americano durante demonstração em Cingapura em fevereiro de 2012
Um B-52 americano durante demonstração em Cingapura em fevereiro de 2012(Roslan Rahman/AFP)

Seul - A Coreia do Norte qualificou nesta quarta-feira de "provocação imperdoável" o voo de treinamento de um bombardeiro B-52 americano sob o espaço aéreo sul-coreano, como parte de suas manobras conjuntas, e ameaçou retaliar com uma ação militar.

"É uma provocação imperdoável", declarou um porta-voz do ministério norte-coreano das Relações Exteriores em declarações à agência oficial KCNA.

"Os Estados Unidos introduzem meios de ataque estratégico nuclear na península coreana quando a situação está a ponto de descambar para a guerra" e Pyongyang promete uma "resposta militar vigorosa caso tal bombardeiro realize uma nova saída".

O Pentágono revelou na segunda-feira que no dia 8 de março um bombardeiro estratégico B-52 sobrevoou a Coreia do Sul durante as manobras anuais "Foal Eagle" entre os dois países.

A agência sul-coreana Yonhap informou nesta quarta-feira que o B-52 também voou na terça.



Fonte: EXAME


Comentários

Postagens mais visitadas