Obras em Viracopos terão dois ciclos




As obras de ampliação realizadas no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), serão dividas em dois ciclos.

Ao final, o aeroporto terá sua área ampliada de 8,34 quilômetros quadrados para 25,99 quilômetros quadrados, tonando-se o maior aeroporto da América Latina.

O primeiro ciclo

O primeiro ciclo das obras de Viracopos deverá ser concluído até 2014, cerca de 32 dias antes da Copa do Mundo e nele está incluso a construção de um novo terminal para 14 milhões de passageiros por ano ao custo de R$1,4 bilhão.

O novo terminal terá 110 mil metros quadrados de área total, edifício-garagem com três pisos e 28 posições para o estacionamento de aeronaves com pontes de embarque e desembarque (fingers), além de sete posições remotas (com acesso aos aviões por meio de ônibus).

O novo terminal vai ocupar 30 mil metros quadrados e deve oferecer área de concentração com lojas, restaurantes, áreas de check-in e de desembarque, posto da Receita Federal e para a checagem de passaporte. Para o embarque, serão três alas que avançam pela pista em forma de garfo.

No projeto do anexo consta ainda a preparação para uma futura expansão vertical com escritórios comerciais e hotel.

Viracopos ainda terá implantado uma cidade aeroportuária com um centro de convenções, três hotéis, sendo um no centro aeroportuário e dois remotos, e um shopping.

O segundo ciclo

No segundo ciclo de expansão, prevista para 2018, a meta é capacitar Viracopospara atender 22 milhões de passageiros por ano.

E ao final da concessão, em 30 anos, o aeroporto deverá estar apto a oferecer serviços aeroportuários para 80 milhões de usuários por ano.

"O segundo ciclo de etapas de construção do aeroporto deve ocorrer entre 2018 a 2022 e logicamente que vai depender da demanda", ponderou Küster.

Segundo ele serão realizados estudos que vão dimensionar se deve ser antecipado ou não a execução das obras.

"Vamos nos basear em estudos estatístico, dimensionar o grau de conforto do passageiro e, a partir desse horizonte de crescimento, adiantar ou não essa fase", afirmou.

O presidente do consórcio destacou que os passos para a transformação do novo Viracopos estão estabelecidos em contrato que deve ser seguido com rigor.

"Conforme o nosso contrato de concessão, o terceiro passo será a adequação para atender 35 milhões passageiros ano, a quarta etapa com 45 milhões e a quinta etapa para 65 milhões de passageiros ano", completou.



Fonte: Viracopos Portal de Serviços

Comentários

Postagens mais visitadas