Número de acidentes aéreos cresce 15% em 2012




 O número de acidentes na aviação geral cresceu 15% em 2012 em relação a 2011, diz a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil).

A aviação geral inclui aviões e helicópteros privados e táxi aéreo. Não entra na conta o transporte regular de passageiros, como os aviões da TAM e Gol.

Foram 171 acidentes contra 148 no ano anterior.

A
frota de aviação privada cresceu 5,86% de 2011 para 2012. Uma comparação possível é com os pousos e decolagens nesse tipo de operação, que subiram 8% -de 906,7 mil para 981,4 mil, segundo a Anac.


RISCOS

Para Jorge Barros, especialista em segurança de voo, os pilotos da aviação geral não são tão treinados e submetidos a atualização como os da regular.

O ambiente contribui para expor a atividade a risco: muitos pilotos usam pistas de terra e nem sempre a manutenção das aeronaves é adequada.

A relação de emprego é diferente -pilotos privados se queixam de pressão de patrões para voar em situações inseguras, por exemplo. E há deficiência na fiscalização, disse.

A Anac diz que a fiscalização de segurança é prioridade e constante, motivada por denúncias ou não. Operações de fiscalização de aviação geral estão previstas -a última foi no Rio de Janeiro, entre 25 e 28 de janeiro.

Fonte: Folha de São Paulo

Comentários

Postagens mais visitadas