AFA - Aula inaugural e entrega de platinas aos novos cadetes marcam início do ano letivo


O
 Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro Aprígio Eduardo de Moura Azevedo, ministrou aula inaugural para os cadetes da Academia da Força Aérea (AFA). O evento realizado nesta sexta-feira (22/02) abriu  o ano letivo 2013.
O oficial-general relembrou a trajetória de Alberto Santos Dumont, Patrono da Força Aérea Brasileira, e suas façanhas no campo da aviação. Ressaltou o exemplo de superação, disciplina e patriotismo deixado pelo Pai da Aviação, que servirão de referência para a trajetória profissional de todos ali presentes. "Com as suas dificuldades, com o seu desafio, com as suas alegrias, com as suas tristezas, mas, sobretudo, sempre presente a palavra superação. Sigam em frente”, destacou o Tenente-Brigadeiro.

Entrega de platinas - O oficial-general também presidiu a cerimônia de entrega de platinas aos cadetes do primeiro ano. Item que identifica postos e graduações dentro das forças armadas, a platina simboliza a incorporação dos jovens no Corpo de Cadetes da Aeronáutica. A cerimônia também marcou o término do estágio de adaptação. Durante 40 dias, os jovens vivenciaram intensa rotina de instruções sobre conduta militar, ordem unida, atividades físicas e regulamentos da Aeronáutica. 

Ao falar com os novos cadetes, o Comandante da AFA, Brigadeiro do Ar Carlos Augusto Amaral Oliveira, destacou a responsabilidade e a importância da dedidação ao curso. “Vocês passam a integrar um grupo para quem a profissão militar é um projeto de vida. A profissão exige também adesão a valores de coragem, honra, lealdade dever e pátria. A sociedade brasileira tem essa expectativas de nós, nos vê assim.”

A mãe do cadete do curso de Infantaria, Luiz Carlos Alves da Silva Júnior, 19 anos, de Nilópolis (RJ), 
Carmem Lucia Maria Rodrigues da Silva,  destaca a realização do filho. “É a primeira vez que ele se afasta de casa. Mas estou feliz, ele realizou o sonho dele”, diz a mãe. Para o novo integrante da AFA, o sentimento é de superação. “Sinto-me realizado. Cheguei a pensar que não ia conseguir”, afirma Luiz.

Nasce uma nova turma -  O Primeiro Esquadrão do Corpo de Cadetes da Aeronáutica, turma Tupã,  é formado por 216 cadetes, sendo 11 infantes, 36 intendentes, 169 aviadores. Destes, 12 são mulheres e há também 7 estrangeiros. Após quatro anos de curso na AFA, os cadetes que concluírem o curso com sucesso serão nomeados Aspirantes-a-Oficial e se formarão em dois cursos de nível superior, tornando-se bacharéis em Administração Pública e bacharéis em uma das especialidades: Ciências Aeronáuticas, com habilitação em Aviação Militar; Ciências da Logística, com habilitação em Intendência da Aeronáutica; ou Ciências Militares, com habilitação em Infantaria da Aeronáutica.


Fonte: AFA

Comentários

Postagens mais visitadas