FAA proíbe operações com aeronaves Boeing 787 nos EUA

Até o momento, a única companhia aérea nos EUA que recebeu o 787 foi a United. (Foto: United Airlines)
Até o momento, a única companhia aérea nos EUA que recebeu o 787 foi a United. (Foto: United Airlines)


A Agência Federal de Aviação (FAA) dos Estados Unidos determinou que todos os Boeing 787 Dreamliner registrados no país permaneçam em terra até a conclusão de uma investigação de segurança.

“Como resultado do incidente com um Boeing 787 durante um voo nesta quarta-feira no Japão, a FAA emite uma determinação de emergência para resolver um potencial risco de incêndio em uma das baterias do 787 e solicita aos operadores que suspendam temporariamente as operações”.

“Antes de voltar a voar, os Boeing 787 registrados nos Estados Unidos devem demonstrar à Agência Federal de Aviação que as baterias são seguras”, destacou a FAA.

A FAA informa que trabalhará com a Boeing e com outras companhias aéreas para desenvolver um plano de ação visando “permitir à frota 787 americana a retomar as operações da forma mais rápida e segura possível”.

Na prática, a medida afeta a United Airlines, a única companhia aérea nos Estados Unidos a operar com o Boeing 787, exatamente com seis aviões.

Fonte: AFP via Cavok

Comentários

Postagens mais visitadas