Viracopos é liberado para pouso e decolagens, diz Infraero

Segundo balanço da Infraero, 495 voos foram cancelados desde sábado. 
Incidente com avião cargueiro interditou a única pista do aeroporto.

 


Avião é retirada da única pista de Viracopos (Foto: Reprodução EPTV)Aeronave é retirada com guinchos da única pista de
Viracopos (Foto: Reprodução EPTV)
O Aeroporto Internacional de Viracopos em Campinas (SP) reabriu para pousos e decolagens às 17h35 desta segunda-feira (15), segundo a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Após a remoção do avião cargueiro, que interditou a única pista desde a noite de sábado, as companhias aéreas foram autorizadas a retomarem as operações. A primeira decolagem ocorreu às 18h11, da empresa Azul Linhas Aéreas, com destino a Salvador (BA). O número de voos cancelados chegou a 495, segundo balanço divulgado pela Infraero.
 
Remoção

Um dos pneus do trem de pouso da aeronave estourou na aterrissagem. A remoção do cargueiro teve a duração de 1h40, após 44h do incidente. Com isso, um dos lados para o suporte da turbina e da asa precisou do apoio de um material inflável, semelhante a um colchão, sustentado por um guincho. Outros três guinchos efetuaram no reboque.

Além disso, cinco veículos do Corpo de Bombeiros prestaram apoio na operação e 70 pessoas estavam envolvidas na retirada do avião. O processo de deslocamento foi lento e complexo por conta do peso médio da aeronave, de 130 toneladas. A aeronave foi colocada em uma área de segurança, que não compromete os voos.

Avião é retirado da única pista de Viracopos (Foto: Reprodução EPTV)Material inflável foi colocado no avião para dar
suporte durante o reboque (Foto:Reprodução EPTV)


Na noite de domingo, os trabalhos feitos por uma empresa terceirizada, contratada pela Centurion Cargo, responsável pela aeronave,não tiveram o sucesso esperado. Uma falha sobrecarregou a estrutura do equipamento e não foi possível levantá-lo. OG1 tentou contato com a Centurion, mas até a publicação da reportagem ninguém havia sido encontrado para falar sobre o assunto.

Prejuízos

A Azul, que responde por 85% das operações no terminal, foram suspensos até as 17h. O número de voos prejudicados da companhia desde o incidente subiu para 470 e pelo menos 25 mil clientes foram afetados.

Funcionários das empresas estão orientando os passageiros sobre as opções para seguirem viagem. Equipes da Anac e do Procon foram enviadas para o aeroporto para fiscalizar o serviço prestado aos clientes prejudicados.


Fonte: G1

Comentários

Postagens mais visitadas