Pamonha quente aciona sensor e avião volta a aeroporto em SP

Vinte minutos após decolar, aeronave retornou a Ribeirão Preto. 
Empresa diz que bagagem foi colocada acidentalmente próxima de sensor.

 Fontes: G1 SP, com informações da Rádio CBN 
Uma caixa de pamonhas despachada por um passageiro do voo 5722 da Webjet, que fazia a rota Ribeirão Preto-Curitiba, fez com que o sensor da aeronave emitisse um sinal falso de superaquecimento no bagageiro e obrigou o avião a voltar ao aeroporto Dr. Leite Lopes, em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, 20 minutos após decolar, na segunda-feira (27).

O problema foi descoberto em solo. Segundo a assessoria de imprensa da Webjet, a bagagem com a pamonha foi colocada acidentalmente perto do sensor e foi retirada do avião imediatamente após inspeção técnica realizada em Ribeirão Preto.

Antes de aterrissar, o avião teve de sobrevoar a cidade por cerca de meia hora para queimar combustível. Esse é um procedimento padrão para que a aeronove possa pousar com o peso ideal e em segurança.

Em Ribeirão Preto, ainda assustados, os passageiros se recusaram a embarcar de volta na mesma aeronave para o voo até Curitiba.

Nota: Nunca foi tão caro para a Webjet, exportar pamonha!

Comentários

Postagens mais visitadas